Cohab Minas regulariza moradias com entrega de escrituras definitivas

Cohab Minas regulariza moradias com entrega de escrituras definitivas

“Este dia significa uma das maiores alegrias em minha vida. Há 40 anos aguardo esse momento. Agora poderei dormir despreocupado por ter a certeza de que esta casa realmente é minha”. Foi desta forma, que o mutuário da Cohab Minas, senhor João Alberto Sampaio, morador do conjunto habitacional Cristina, em Santa Luzia, expressou sua alegria ao receber o título de posse definitiva e legal de sua moradia. João Alberto foi um dos contemplados na solenidade, realizada hoje (20/06), de entrega de 60 escrituras a mutuários de antigos conjuntos habitacionais construídos pela Cohab Minas, em Santa Luzia.

O evento ocorreu no Fórum Desembargador Pedro Viana e contou com a presença do presidente da Cohab Minas, Alessandro Marques; da diretora do foro de Santa Luzia, juíza Edna Márcia Lopes Caetano; do juiz auxiliar da 3ª vice-presidência do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Dr. Maurício Pinto Ferreira; do terceiro vice-presidente do TJMG, Desembargador Saulo Versiani Penna; do consultor da prêmio Innovare, Dr. Matheus Tavares Perdigão; o coordenador do curso de direito da Faminas, Vinícius Araújo Ayala; a defensora pública, Mariane do Espírito Santo e a Diretoria Executiva da Cohab Minas.

A entrega das escrituras é resultado do mutirão de negociações pré-processuais de conciliação promovido pela Companhia, em inovadora parceria com o TJMG e que tem por objetivo evitar o ajuizamento de novos processos e garantir o direito à moradia das famílias que assumiram e honraram o financiamento habitacional.

A parceria firmada com TJMG e os resultados que vêm sendo obtidos com essa cooperação foram exaltados pelo presidente Alessandro Marques. “Gostaria de fazer um agradecimento especial ao judiciário, na presença do Dr. Saulo que nos recebeu prontamente para que trouxéssemos soluções para tantas demandas do Estado e à Dra Edna, que abriu as portas do Fórum de Santa Luzia para que fizéssemos o projeto piloto do mutirão pré-processual, que hoje possui mais de 2.000 famílias atendidas. Com certeza esses resultados ficarão na história, não só pelos números, mas sobretudo pelo impacto social. Isso só nos motiva a continuar e fazer com que este projeto cresça e continue cumprindo seu objetivo que é resgatar a dignidade das famílias”.

Agradecimento e homenagem

O 3º vice-presidente do TJMG, desembargador Saulo Versiani Penna, fez questão de agradecer a todos os envolvidos no trabalho e destacou a importância e caráter social dos mutirões pré-processuais. Além disso, fez um agradecimento especial ao presidente Herbert Carneiro, falecido em abril deste ano.

“Este é um projeto que traz cidadania e dignidade às famílias. Não podemos hoje, neste momento tão importante de entregas de escrituras, nos esquecer do nosso saudoso presidente Hebert Carneiro que esteve à frente deste projeto e, que quando levamos a demanda deste trabalho à ele, imediatamente aderiu a mesma, demonstrando toda sua sensibilidade e preocupação com as questões sociais. Por isso, tenho certeza, que lá do céu, ele está dando os parabéns por esta ocasião”.

Trabalho gratificante

“É com imensa alegria que vejo a felicidade e o brilho no olhar de cada mutuário que recebe sua escritura. Tenho imensa gratidão por poder propiciar essa conquista a essas pessoas através da minha obrigação. é muito gratificante quando exercemos uma profissão que nos da extensão. Desta forma, gostaria de conclamar a todos os moradores da Cohab Minas que ainda têm esse direito pendente de regularização de imóveis de comparecer aos próximos mutirões que serão realizados”, declarou a juíza Edna Márcia Lopes Caetano, diretora do foro de Santa Luzia e coordenadora do Cejusc local.

O juiz auxiliar da 3ª vice-presidência do TJMG, Maurício Pinto Ferreira não escondeu a emoção pela importância do momento. “Agradeço ao Dr. Saulo por ter me permitido trabalho nesse projeto e nos ter dado respaldo para que pudéssemos efetivamente realizar esse direito de cidadania, que é poder entregar a todos vocês o título de posse definitiva e legal de sua moradia. É muito gratificante saber que não só os que estão aqui hoje recebendo as escrituras terão um sono tranquilo, mas também que suas esposas, esposos e filhos terão efetivamente um lar”.

 

 

Próxima etapas

A parceria da Cohab Minas com o TJMG já viabilizou atendimento à famílias que vivem em conjuntos habitacionais de Belo Horizonte, Santa Luzia, Uberlândia e Vespasiano. Na próxima semana, será a vez da cidade de Corinto receber os mutirões pré- processuais. Para os próximos meses já estão programadas atividades nos municípios de Muriaé, Frutal, Itambacuri, Itajubá, bem como uma nova etapa em Uberlândia.

Clique aqui para visualizar a galeria de fotos