COHAB inaugura mais um conjunto habitacional na região Oeste do Estado

O Governo de Minas, por meio da Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais – Cohab Minas, está investindo R$23 milhões e 760 mil na construção de 1.188 moradias em 12 conjuntos habitacionais no Oeste do Estado. Nesta sexta-feira, dia 09/6, a inauguração do conjunto de Santo do Amparo, nessa região, mostra mais um resultado do Programa Lares Geraes – Habitação Popular, que constrói atualmente, em Minas Gerais, 12.813 moradias populares em 138 municípios do Estado, beneficiando a 52 mil pessoas em todo o Estado.
A previsão é que até o final deste ano, estes números podem atingir 15 mil unidades, o que significa que em apenas um ano o governo mineiro construiu mais de 40% acima do que foi entregue à população mineira pela COHAB nos últimos 14 anos.
Na inauguração do Conjunto Habitacional Ronaldo de Paiva Carrara, em Santo Antônio do Amparo, cidade localizada a 186 km de Belo Horizonte, o Governo de Minas entregará 23 unidades habitacionais que irão atender a população que ganha de um a três salários mínimos. No Oeste de Minas, o Governo já entregou: um conjunto com 44 casas, das 150 unidades que estão sendo construidas em Arcos; 88 em Candeias; um conjunto com 65 unidades em Piumhi, de um total de 200, cujo restante em construção está perto de ser inaugurado; além dos conjuntos de Carmo da Mata, Divinópolis, Ibituruna, Itapecerica, Pedra do Indaiá, Piracema, Santa do Jacaré e Santo Antônio do Monte, que deverão ser inauguradas ainda neste semestre.

O Governo de Minas já inaugurou conjuntos habitacionais em municípios de outras regiões. Além das já citadas foram entregues moradias populares em Pirapora, 70 casas; Santa Vitória, 60, de um total de 120 que estão sendo construídas na cidade; São João Del Rei, 177; Carmo da Cachoeira, 30; Uberlândia, 73; Várzea da Palma, 38; Matutina, 31; Barroso, 31; Florestal, 29; Betim, 119 das 641 que se encontram em andamento; e São Sebastião do Paraíso, 112.

O Programa Lares Geraes é executado em parceria com os municípios e, em algumas das 138 cidades, tem recursos do PSH – Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social do Ministério das Cidades. O volume de recursos investidos pelo Lares Geraes é da ordem de R$256 milhões e 260 mil, o que gera 16.141 novos postos de empregos entre diretos e indiretos. A renda direta (salários) e indireta, injetada no comércio destes 138 municípios, é de R$61 milhões, 630 mil e 530, enquanto a geração de tributos está sendo de R$42 milhões, 411 mil e 30.

Os resultados alcançados pelo Programa em apenas um ano são comemorados pelas famílias beneficiadas. Josefa Cândido Neta, 34 anos, casada, sempre morou na zona rural. A partir desta sexta-feira, sua família vai mudar para a rua Francisco Franciel Lima, 196, Quadra C, Lote 8, no Conjunto Habitacional Ronaldo de Paiva Carrara, em Santo Antônio do Amparo. Esta mudança lhe fez muito feliz.

“Isto está sendo muito bom. Moro na zona rural e não tinha um lugar decente para morar na cidade. Trabalhava duro na lavoura e agora terei melhores condições para cuidar dos meus filhos”, afirma. O prefeito da cidade, Evandro Paiva Carrara, aplaude a iniciativa do Governo de Minas, executada pela COHAB.

“Esta parceria vai permitir que muitos lares do nosso município se estruturem e famílias conquistem a verdadeira dimensão e o significado que representam o acesso à cidadania em um ambiente sadio e propício à educação de nossos filhos”, afirmou.